A redução do consumo de sódio na alimentação deve ser prioridade no dia a dia do brasileiro. No Brasil, em média, são ingeridos 12 gramas de sal por dia, segundo a Pesquisa do Orçamento Familiar do IBGE, mais que o dobro recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

A maioria dos alimentos industrializados possuem quantidades mais altas de sódio, como temperos prontos, embutidos ( presunto, mortadela, salame ) , carne salgadas para conservação - “curadas” ( bacalhau, charque, carne seca, carne de sol ), macarrão instantâneo, shoyu, alimentos industrializados como os salgadinhos de milho e batata frita, sopas , lasanha, etc.... que colaboram para o aumento da ingestão de sódio.

Quem já é hipertenso precisa ter atenção redobrada e reduzir ainda mais o consumo de sal, evitar temperos industrializados e dar preferência a frutas ricas em potássio.

O ideal é comer peixe ao menos duas vezes por semana e optar por carnes brancas ou magras de boi ( depende de quanto de sal rico em sódio é acrescentado na preparação do alimento ),esta orientação é válida para dietas pobres em gordura animal – saturadas como o é a orientação seguinte, “ Também é importante beber leite desnatado e derivados”. Esta duas eu tiraria da nota pois não envolve diretamente o sódio.

O excesso de sódio pode causar a elevação de pressão e resultar na hipertensão. A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente quando nossas artérias perdem a capacidade de contrair e dilatar, por algum tipo de resistência.

A hipertensão faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer com que o sangue seja distribuído corretamente no corpo. A doença é um dos principais fatores de risco para a ocorrência do acidente vascular cerebral, enfarte, aneurisma arterial e insuficiência renal e cardíaca. No Brasil, ela é diagnosticada em cerca de 33 milhões de brasileiros. Destes, 80% são atendidos na rede pública de saúde.

Quem já é hipertenso precisa ter atenção redobrada e reduzir ainda mais o consumo de sal, evitar temperos industrializados e dar preferência a frutas ricas em potássio. O ideal é comer peixe ao menos duas vezes por semana e optar por carnes brancas ou magras de boi. Também é importante beber leite desnatado e derivados.

Fonte: blog da saúde