A doação de sangue é um ato altruísta e de suma importância para pacientes que por alguma razão não conseguem manter sua produção diária de sangue ou para aqueles que apresentam uma perda súbita de sangue, como nos casos de traumas, ferimentos e acidentes automobilísticos. Apesar de toda doação ser bem-vinda, a Associação Beneficente de Coleta de Sangue (Colsan) alerta que o doador precisa também doar nos dias de semana, quando há menor fluxo de doações, mas a demanda de transfusões continua alta. 

 

De acordo com o diretor-geral técnico da Colsan, Paulo Palazzo, se hipoteticamente todos doassem aos sábados, dia de maior concentração de doadores, os estoques ficariam desabastecidos em outros dias da semana em curto e longo prazo porque os hemocomponentes têm validade específica - as plaquetas podem ser conservadas por apenas cinco dias e as hemácias armazenadas por 35 dias, por exemplo. “É preciso conscientizar a população sobre a validade do sangue e estimular a doação por repetição em dias da semana diferentes, para equilibrar a balança”, destaca Palazzo. 
 
Após o sangue total ser coletado, ele é submetido a testes sorológicos, que aumentam a segurança transfusional, e em seguida é processado, sendo fracionado em seus hemocomponentes por centrifugação e alguns processos por resfriamento, resultando na produção do concentrado de hemácias (CH), concentrado de plaquetas (CP), plasma fresco congelado (PFC) e crioprecipitado (crio). “Todo esse processo demanda tempo específico para garantir que o sangue seja seguro para a transfusão, o que diminui a validade do material coletado, reforçando a necessidade da doação constante.” 
Requisitos para doação 
 
* Portar documento oficial de identidade com foto (RG, carteira profissional, carteira de habilitação, passaporte ou carteira de identidade de órgão de classe);
 
* Ter entre 16 e 69 anos de idade, 11 meses e 29 dias, sendo que a primeira doação deve ter sido feita antes dos 60 anos, 11  meses e 29  dias;
 
* Pesar no mínimo 50 Kg;
 
* Estar em boas condições de saúde;
 
* Estar alimentado (mas não poderão ser aceitos candidatos que tenham ingerido refeições volumosas ou ricas em gordura nas últimas três horas);
 
* Não haver ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
 
* Não ter risco acrescido para doenças transmissíveis pelo sangue (usuário de drogas injetáveis e inalatórias, prática de sexo não seguro e vários parceiros sexuais ou ser parceiro sexual de portadores de Aids ou hepatite).
 
*Obs: o doador menor de 18 anos acompanhado pelo responsável legal deve levar cópia do documento de identidade de ambos e preencher autorização no momento da doação. Se desacompanhado, levar cópias dos documentos de identidade e o documento de autorização para doação com firma reconhecida em cartório.